Novidades Fórum Rio Diversidade

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Informe Educação

Educação RJ: Estado paga 14º salário a servidor em abril

Os 54.478 servidores da Secretaria Estadual de Educação vão receber, em abril, o 14º salário, por terem alcançado as metas estipuladas no Programa de Educação do Estado. O pagamento será efetuado por folha suplementar. Serão beneficiados 53 mil professores, 1.450 diretores e 28 diretores regionais.

Segundo fontes do governo, a pasta vai apresentar, nos próximos dias, os resultados do Saerj (Sistema de Avaliação da Educação do Estado do Rio de Janeiro) de 2011. Os dados foram usados para o cálculo do pagamento do bônus.

Será a primeira vez que a Secretaria Estadual de Educação vai pagar o benefício. A avaliação considera o fluxo escolar (progressão dos alunos na escola), o rendimento do estudante e a infraestrutura das unidades. O docente que consegue obter o limite máximo de metas pode receber até três salários a mais por ano.

Cada escola recebeu objetivo, de acordo com sua realidade, considerando-se questões sociais, demográficas e econômicas. O Rio também tem um índice próprio de avaliação — Iderj (Índice da Educação Básica do Rio de Janeiro) —, com o objetivo de acompanhar e aferir o progresso dos estudantes da rede. O pagamento dos bônus pode chegar a R$ 140 milhões.


POR ALESSANDRA HORTO - JORNAL O DIA

Informe do dia: Metas da educação

Rio -  Antes de se licenciar da Alerj, o deputado Comte Bittencourt (PPS) enviou ao Ministério Público Estadual uma representação pedindo a garantia do cumprimento do Plano Estadual de Educação (PEE/RJ). Comte presidia a Comissão de Educação da Casa.

Segundo ele, metas de educação básica e de financiamento e gestão estão sendo ignoradas. Como a publicação bimestral de balanços financeiros das escolas em locais de grande circulação. Ou ainda a integração do sistema de transportes dos colégios entre Estado e municípios.

Fora do prazo

Aprovado em 2009, o Plano Estadual de Educação contém metas obrigatórias e que devem ser adotadas em determinado tempo após a publicação. Os pontos que dizem respeito à educação básica, por exemplo, têm dois anos de prazo para cumprimento.

Defesa

A Secretaria Estadual de Educação diz que criou espaço na Internet onde divulga seus dados. Em sete meses, todos os gastos de escolas estarão disponíveis. Sobre o transporte escolar, o órgão aguarda posição de prefeituras que não fecharam acordo em 2011.
Fonte: O Dia online.

NOTÍCIAS
EDUCAÇÃO
ALUNOS DA REDE PREPARAM-SE PARA A VOLTA ÀS AULAS
 03/02/2012 - 19:18h - Atualizado em 04/02/2012 - 12:28h 
Início do ano letivo terá novidades para estudantes e professores

A partir de segunda-feira (06/02), os alunos da rede estadual de ensino voltarão à rotina de estudos e encontrarão algumas novidades. Para começar, novas escolas serão inauguradas e o conteúdo visto em sala de aula também passará por mudanças. A Seeduc administra uma rede de 1.357 escolas, 1,055 milhão de alunos e 53 mil professores em sala de aula.

No próximo dia 9, será inaugurada a Escola de Aperfeiçoamento dos Servidores de Educação do Estado do Rio de Janeiro, na Tijuca. A unidade oferecerá cursos específicos para que os servidores da Educação possam se aprimorar.
Além da Escola de Aperfeiçoamento, serão inauguradas quatro unidades escolares: CE Prof. José Antonio Maia Vinagre, no dia 15/02, em Barra do Piraí; CE Charles Péguy, que vai abrigar as instalações do CE Vilma Atanázio, no dia 16/02, em Campo Grande; CE Marieta Cunha, no dia 29/02, em Bangu, e CE Abraão Jabour, no dia 27/03, em Senador Camará. Já o CE Araras, em Petrópolis, será reinaugurado no próximo dia 14, após ter sido reformado e ampliado.

Além disso, 8.782 professores de 238 escolas consideradas de Difícil Provimento passam a ganhar uma gratificação no valor de R$ 300. O bônus começou a ser depositado na conta dos servidores a partir deste mês.

Já para os alunos, a principal novidade está no próprio conteúdo visto em sala de aula, todo baseado no Currículo Mínimo, que foi reformulado este ano e agora conta com 12 disciplinas. Com essa reformulação, a Secretaria pretende direcionar melhor os conteúdos, as competências e as habilidades a serem desenvolvidas no processo de ensino-aprendizagem em todas as escolas da rede estadual. Para avaliar se os alunos de fato aprenderam esse conteúdo, a Seeduc continuará a aplicação do Saerjinho a cada bimestre, além da prova do Saerj no final do ano.
PRONATEC TÉCNICO
 02/02/2012 - 09:13h - Atualizado em 02/02/2012 - 09:26h 
Inscrições abertas de 02 a 22 de fevereiro

Nesta quinta-feira (02/02), começam as inscrições para o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego - MEC/FDE (Pronatec). Podem participar estudantes de 2ª e 3ª séries do Ensino Médio Regular da rede estadual de ensino. Para se cadastrar, clique aqui. O aluno deverá ter em mãos o número de CPF do próprio. O prazo termina no dia 22 de fevereiro. 

O Pronatec é um conjunto de ações que visam a ampliar a oferta de vagas na Educação Profissional. O programa visa expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de Educação Profissional Técnica de nível médio e de cursos e programas de formação inicial e continuada de trabalhadores; contribuir para a melhoria da qualidade do Ensino Médio Público, por meio da Educação Profissional; e ampliar as oportunidades educacionais por meio do incremento da formação profissional.

A oferta de vagas acontecerá em cursos de educação profissional técnica de nível Ensino Médio no contraturno, de forma concomitante. As oportunidades são para a Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, Sistema S (SENAI/SENAC). A carga horária mínima é de 800h.


A divulgação do resultado e o calendário de matrícula serão publicados no site da Seeduc no dia 29 de fevereiro. A classificação dos inscritos terá como base o desempenho do 3º bimestre do Saerjinho 2011. O estudante classificado deverá comparecer à instituição ofertante do curso para efetuar a matrícula, em dois períodos: 1º a 06 de março (1ª chamada) e de 07 a 09 de março (2ª chamada).
EDUCAÇÃO
ESTADO GARANTE ENQUADRAMENTO POR FORMAÇÃO A MAIS DE 3 MIL PROFESSORES
 05/02/2012 - 15:01h - Atualizado em 05/02/2012 - 15:01h 
Acréscimo ao vencimento pode chegar a 36%

Na última sexta-feira (03/02), o Governo do Estado publicou em Diário Oficial a relação dos 3.377 professores que tiveram seus processos de solicitação de Enquadramento por Formação concluídos. A publicação refere-se aos processos encaminhados para análise no período de 1º de julho a 31 de outubro de 2011.

Esses servidores terão seus vencimentos acrescidos de 12% até 36%, dependendo da formação apresentada, incidindo sobre os triênios. A previsão é de que o pagamento seja feito em março, retroativo a 1º de dezembro de 2011. O impacto do enquadramento na folha desse período será de aproximadamente R$ 6,2 milhões.

- Essa é uma conquista importante para o magistério. Estamos trabalhando para zerar os passivos – disse o subsecretário de Gestão de Pessoas, Luiz Carlos Becker, destacando que a medida é mais uma ação de valorização do magistério estadual e que atende também a uma antiga reivindicação dos profissionais, principalmente os de 40h.

Desde janeiro de 2011, a Seeduc vem cumprindo os compromissos assumidos com a categoria, inclusive com melhorias salariais. Além de reajustes, houve ainda a antecipação de parcelas do antigo Programa Nova Escola.

A concessão de auxílio-transporte foi outro avanço, com investimento de R$ 68 milhões, no ano passado. Em formação e aperfeiçoamento, foram aplicados R$ 25 milhões no cartão-qualificação e R$ 14 milhões no programa de formação continuada para docentes. Na majoração da GLP (hora-extra), foram disponibilizados mais R$ 17 milhões, em 2011.




O bullying escolar deve ser prevenido e combatido pela escola

O bullying escolar é uma situação antiga, já bem conhecida por pais e professores. Não se sabia de suas consequências que, às vezes, são graves e para toda a vida. Ninguém dava importância, porque ninguém estava informado. Não havia um nome, um conceito. Não se sabia da importância da sua prevenção por todas as escolas.

Prevenir e combater o bullying na escola é de responsabilidade de toda a escola, envolvendo funcionários, professores, diretoria, alunos e pais de alunos. Não se resolve o bullying escolar na polícia ou na Justiça, últimas instâncias a serem procuradas, se todo o resto falhou.

Cuidem-se, portanto, as escolas que não dão atenção ao sofrimento daqueles que sofrem o bullying e desconhecem que no bullying escolar a atenção deve ser dada não só às vítimas, mas às testemunhas silenciosas, que assistem e nada fazem, e àqueles que praticam o bullying.
Diz ainda Dr. Lauro Monteiro- Pediatra:
Às escolas, eu diria que divulguem amplamente, antes do início do ano letivo, quando da matrícula, que lá não se admite o bullying.
Para os alunos eu diria: "Não sofra sozinho. Você tem o direito de ser feliz na sua escola. Fale. Conte o que está acontecendo".
Para os pais eu recomendaria que não se preocupem apenas com os resultados do aprendizado dos seus filhos. Tão importante quanto verificar as notas obtidas é saber se o seu filho está socialmente bem na escola.”
Lauro Monteiro
Pediatra / Editor

Bom dia!


Nenhum comentário: