Novidades Fórum Rio Diversidade

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Informe Educação

Inscrições para o Sisu terminam amanhã; RJ tem mais candidatos

Os estudantes que fizeram o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) devem se inscrever no Sisu (Sistema de Seleção Unificada) até as 23h59 de quinta-feira (12). Segundo o Ministério da Educação, até o meio-dia desta quarta, o sistema já tinha recebido 2.826.723 inscrições de 1.462.084 candidatos --cada estudante pode fazer pelo menos duas opções de curso.
O Sisu foi aberto à zero hora do último sábado (7).
O Rio de Janeiro foi o Estado que recebeu mais inscritos: 334.239. Em seguida, estão Minas Gerais (304.328), São Paulo (240.290), Ceará (207.443), Rio Grande do Sul (193.459); Bahia (177.132); Pernambuco (157.790) e Piauí (132.051).
Durante o período de inscrições, o estudante pode mudar as opções de cursos com base na nota de corte, mas cada alteração invalida a opção anterior. As notas de corte são divulgadas de madrugada, diariamente. O candidato aprovado na primeira opção de curso é automaticamente retirado do sistema. Caso não faça a matrícula na instituição para a qual foi selecionado, perde a vaga.
O que for selecionado para a segunda opção ou não atingir a nota mínima em nenhum dos dois cursos escolhidos pode permanecer no sistema e ser convocado nas chamadas seguintes.
A lista dos selecionados na primeira chamada será divulgada no domingo (15), com prazo para matrícula entre os dias 19 e 20.

Aconteceu no CEFET/RJ: I SEMINÁRIO EDUCAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE

Publicada em 12 de janeiro de 2012
I SEMINÁRIO EDUCAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE
Nos dias 9 e 10 de dezembro foi realizado o I Seminário Educação e Contemporaneidade na UnED Nova Friburgo. O evento, que faz parte das atividades do curso de pós-graduação lato sensu em Educação e Contemporaneidade, contou com duas palestras, seis sessões de comunicação e uma apresentação artística. Participaram do seminário como convidados o Prof. Dr. Roberto Borges (CEFET-RJ), a Profa. Ms. Talita de Oliveira (CEFET-RJ), a Profa. Kíssila Muzy (UNESA-NF) e a coreógrafa e bailarina Monica da Costa (RJ).
A coordenação do curso agradece a todos os convidados, aos alunos que enriqueceram o evento com suas comunicações e aos professores que fizeram parte da organização do mesmo.

Comunicado aos alunos da graduação: Procedimentos para a matrícula 2012.1 (Exceto Nova Iguaçu)

Publicada em 9 de janeiro de 2012

Comunicado aos alunos da graduação: Procedimentos para a matrícula 2012.1

Atenção!!!

A matrícula 2012.1 será realizada em duas fases, que ocorrerão da seguinte maneira (exceto para os alunos da UnED Nova Iguaçu):
Primeira fase:
Na primeira fase, as disciplinas de todos os cursos estarão disponíveis. Todas as disciplinas ofertadas em diferentes cursos que existam no currículo aluno estarão acessíveis à escolha dos mesmos.
O aluno poderá selecionar a mesma disciplina em cursos diferentes, lembrando que as regras de prioridades serão respeitadas.
Após o processamento da primeira fase, a disciplina na situação matriculada é definitiva, ou seja, o aluno tem vaga garantida na disciplina.
Segunda fase:
Na segunda fase, não será possível alterar as disciplinas aceitas, apenas acrescentar disciplinas.
Período de matrícula:
·     17/01/2012 – 24/01/2012: Primeira fase da matrícula 2012.1;
·     25/01/2012 – 26/01/2012: Processamento da primeira fase da matrícula 2012.1;
·     26/02/2012 (após as 19h): Divulgação na internet da primeira fase da matrícula 2012.1;
·     27/01/2012 – 02/02/2012 (até 12h): Segunda fase da matrícula 2012.1;
·     02/02/2012 – 03/02/2012: Processamento da segunda fase da matrícula 2012.1;
·     04/02/2012: Divulgação da segunda fase da matrícula 2012.1.
Avisos:
Para evitar quaisquer transtornos durante o período da matrícula, verifiquem se estão com os logins/senhas atualizados e tendo acesso ao portal.
Qualquer pendência na biblioteca ou dados cadastrais não informados no sistema como CPF, RG, endereço e nomes dos pais impossibilitará o aluno de realizar a matrícula, devendo procurar imediatamente o DERAC e/ou Biblioteca.
Vale lembrar que problemas com acesso ao portal (login/senha) ficam a cargo de o SEMSA/DTINF solucionar.
No entanto, quaisquer outros problemas com disciplinas ou questionamentos quanto ao resultado do processamento da matrícula devem ser comunicados ao DERAC ou a secretaria de sua unidade.
Os relatórios (boletim e histórico) não estarão disponíveis no portal durante o período de matrícula; por isso, verifiquem e os salvem antes, para quaisquer necessidades futuras

Publicada em 9 de janeiro de 2012

Comunicado aos alunos da graduação: Procedimentos para a matrícula 2012.1


Atenção!!!
A matrícula 2012.1 será realizada em duas fases, que ocorrerão da seguinte maneira (exceto para os alunos da UnED Nova Iguaçu):
Primeira fase:
Na primeira fase, as disciplinas de todos os cursos estarão disponíveis. Todas as disciplinas ofertadas em diferentes cursos que existam no currículo aluno estarão acessíveis à escolha dos mesmos.
O aluno poderá selecionar a mesma disciplina em cursos diferentes, lembrando que as regras de prioridades serão respeitadas.
Após o processamento da primeira fase, a disciplina na situação matriculada é definitiva, ou seja, o aluno tem vaga garantida na disciplina.
Segunda fase:
Na segunda fase, não será possível alterar as disciplinas aceitas, apenas acrescentar disciplinas.
Período de matrícula:
26/01/2012 a 05/02/2012 – Primeira fase da matrícula 2012/1;
06/02/2012 – Processamento da primeira fase da matrícula 2012/1;
07/02/2012 – Divulgação na internet da primeira fase da matrícula 2012/1;
07/02/2012 a 09/02/2012 – Segunda fase da matrícula 2012/1;
10/02/2012 – Processamento da segunda fase da matrícula 2012/1;
11/02/2012 – Divulgação da segunda fase da matrícula 2012/1.

Avisos:
Para evitar quaisquer transtornos durante o período da matrícula, verifiquem se estão com os logins/senhas atualizados e tendo acesso ao portal.
Qualquer pendência na biblioteca ou dados cadastrais não informados no sistema como CPF, RG, endereço e nomes dos pais impossibilitará o aluno de realizar a matrícula, devendo procurar imediatamente o DERAC e/ou Biblioteca.
Vale lembrar que problemas com acesso ao portal (login/senha) ficam a cargo de o SEMSA/DTINF solucionar.
No entanto, quaisquer outros problemas com disciplinas ou questionamentos quanto ao resultado do processamento da matrícula devem ser comunicados as secretaria da sua unidade.
Os relatórios (boletim e histórico) não estarão disponíveis no portal durante o período de matrícula; por isso, verifiquem e os salvem antes, para quaisquer necessidades futuras.

Alunos da rede estadual têm gratuidade no cinema durante as férias


Os alunos da rede pública foram beneficiados com gratuidade em salas do Circuito Estação durante as férias escolares. Com o projeto “Férias no Cinema”, que acontece até o dia 26 de fevereiro, os estudantes poderão assistir de graça a grandes sucessos do cinema infantil nacional. Cada aluno tem direito a levar um responsável, que também não paga o ingresso. Para participar da sessão do projeto, é preciso apresentar algum documento que comprove a sua matrícula na escola.
 

Dois filmes do cinema nacional foram selecionados. Em “Eu e meu guarda-chuva”, em cartaz até 08 de janeiro, um garoto de 11 anos entra em uma grande aventura para salvar sua grande paixão. De 14 de janeiro a 26 de fevereiro, as crianças poderão assistir ao filme “Uma professora muito maluquinha”, no qual uma jovem que, depois de estudar na capital, volta à cidade do interior onde nasceu e causa confusão devido aos seus métodos alternativos de lecionar.

O projeto, uma das atividades realizadas em parceria do Sesc Rio com o Grupo Estação, promove todas as sessões aos sábados e domingos, às 10h30, em um dos cinemas do Circuito: Estação Sesc Barra Point, Estação Sesc Ipanema, Odeon Petrobras, Estação Vivo Gávea, Estação Sesc Botafogo e Estação Sesc Rio.



Para mais informações acesse o site: 

http://www.grupoestacao.com.br/programacao/ferias2012.php

É muito bom, sei que irão gostar!

"Conhecimento do Mundo"

Outro dia, num programa de TV onde havia jovens sendo entrevistados sobre a importância da escola e do estudar, todos falavam da importância da escola para o desenvolvimento profissional. 
Mas será que é só isso? Por que é importante ir à escola? Para que estudar? 
A escola é um espaço para aprender, para adquirir novos conhecimentos, é um espaço de socialização do saber culturalmente acumulado e é também um espaço de construção de conhecimentos. Na instituição educacional, pode-se organizar e ampliar as informações, sistematizar os conhecimentos, abrir possibilidades e despertar o interesse por querer saber mais e assim desenvolver progressivamente o pensamento. 
A escola é um espaço de vivências culturais, onde se amplia a possibilidade de contatos diversificados, onde se estabelece outros vínculos e relações de grupo, que contribuem na formação da própria identidade, onde, fundamentalmente, promovem-se aprendizagens diversificadas acerca do mundo físico, social e desenvolvem-se noções sobre o real, abrindo e sistematizando o percurso intelectual. Entende-se, assim, a escola como espaço cultural: onde as pessoas têm possibilidades de aprender, de compartilhar experiências e de desenvolver atitudes e valores como respeito, colaboração, solidariedade, entre tantos outros. 
À escola cabe ensinar não só conceitos, mas procedimentos que ajudem o aluno, seja ele criança, jovem ou adulto, a aprender a aprender, desenvolvendo a sua autonomia, independência, apropriação das ações na busca de soluções e também a aprender a ser, desenvolvendo as atitudes e a sociabilidade. 
A creche e a pré-escola, como instituições educacionais, além de possibilitar o brincar, de enriquecer e diversificar as interações sociais, constitui- se também no espaço em que a criança entrará em contato com o conhecimento ampliado e sistematizado, favorecendo o seu desenvolvimento global. 

Caracterização da criança
A criança de 0 a 6 anos é curiosa, investigativa e tem questionamentos e necessidade de respostas às questões sobre o mundo que a cerca. Ela tem conhecimentos acumulados através de diferentes experiências que vivencia no cotidiano, através da relação com os outros e com os objetos e tem condições específicas e diferenciadas, relacionadas às características de cada faixa etária e à sua vivência cultural. 
Ao nascer, a criança se relaciona com o seu meio físico e social, estabelecendo vínculo afetivo com a mãe ou com quem cuida dela. O mundo se descortina para a criança através do outro. O vínculo afetivo, em determinados momentos, é a porta de acesso para a criança ingressar no mundo da cultura. Ao entrar no espaço institucional da educação infantil, a criança amplia a possibilidade de contatos diversificados frente ao novo meio, sendo necessária a sua adaptação a este e a construção de outro(s) vínculo(s), de outra qualidade, não mais familiar, com a educadora e com outras crianças, como condição importante para ampliação das novas vivências culturais. 
A criança constrói sua identidade no contato com o meio, na construção do grupo a que pertence, na relação com os conhecimentos e valores. Para conhecer o mundo, é importante a proximidade com o outro, adultos e crianças, maiores e menores, que são parceiros indispensáveis nesta tarefa, pois é no processo de interação que se alicerça o seu desenvolvimento. 
A criança aprende e se desenvolve através da manipulação e exploração dos objetos e do próprio meio, das relações e interações com outras crianças e adultos; aprende também através da brincadeira, que é um canal privilegiado para a construção do seu conhecimento sobre si própria, sobre os outros e sobre as relações e papéis sociais. 
Em casa, na creche, pré-escola ou em qualquer instituição de educação infantil, a criança vivenciou uma série de experiências, formulou questionamentos e obteve respostas, observou comportamentos e atitudes de adultos e crianças, construindo assim o seu repertório de conhecimentos sobre as coisas, as pessoas, as ações e o mundo. 

Papel do educador
Ao conceber a criança como ser ativo, que possui conhecimentos prévios, é papel do educador considerá-los, tomá-los como ponto de partida, sistematizá-los e ampliá-los. Para isso, é fundamental que o educador permita e crie oportunidades de contato da criança com objetos físicos, da sua manipulação e exploração, que proporcione espaços de fala, de troca e interação entre crianças da mesma e de diferentes faixas de idade e também com adultos. 
Sendo assim, cabe ao adulto a organização dos espaços físicos e materiais, de forma a promover contatos diversificados com pessoas e objetos, para que possa ocorrer a investigação e o conhecimento, o compartilhar de saberes e afetos entre adultos e crianças. 
A observação do educador é fundamental para perceber as fases e as rápidas mudanças no desenvolvimento das crianças (ver mais no texto sobre identidade) e daí ter claro os desafios a serem propostos em cada momento. É importante conhecer as características de cada faixa etária, saber sobre o que conhecem e o que sabem fazer, não só no que diz respeito à cognição, mas também ao afetivo, relacional. Assim é necessário observar em cada criança questões do tipo: como ela lida com as dificuldades, desafios, frustrações, como manifesta seus desejos, como age para conseguir o que quer, que condições e que capacidade tem de se perceber, perceber o outro, de compartilhar, disputar e competir, considerando as diferenças de cada idade. 
Observar, registrar, refletir são instrumentos importantes para avaliar e planejar. Não se trata de observar para rotular. Pelo contrário, é para melhor perceber, para ver detalhes, avanços, constância de atitudes, permanências de dificuldades e, principalmente, mudanças. Tudo isso, para pensar na forma e momentos adequados para a intervenção do educador, para planejar conteúdos a serem trabalhados e os desafios a serem propostos, para desenvolver na criança atitudes e procedimentos. 
Enfim, serve para o educador refletir, buscar alternativas para as questões a partir da prática e, assim, avaliar constantemente suas ações e também aprender. 

Bibliografia
CAMARGO, Fátima. "Conhecimento do Mundo".



Bom dia!

Nenhum comentário: